sexta-feira, 18 de abril de 2014

Chora Viola

Essa tablatura é um dos meios de se tocar a música Chora Viola.

E--10-10--9-7--0-0-0--10-10--9-7--0-0-0--7-7-5-4--0-0-0--7-7-5-4----
B--12-12-10-9--0-0-0--12-12-10-9--0-0-0--9-9-7-5--0-0-0--9-9-7-5----
G#-------------0-0-0--------------0-0-0-----------0-0-0-------------
E--------------0-0-0--------------0-0-0-----------0-0-0-------------
B--------------0-0-0--------------0-0-0-----------0-0-0-------------

E--------------------------------------------------------
B------------0-------------0-----------------------------
G#-----6-3---------------------6-3-----------E7----------
E--0-4-----------2-0---------4---------------------------
B----------0---4-----2-4--5---------0-4-2-4--------------

Agora segue a cifra da música:

E7
Eu não caio do cavalo  nem do burro e nem do galho

Ganho dinheiro cantando a viola é meu trabalho
                   A                     B7   ( B7  A   B7 )
No lugar onde tem seca eu de sede lá não caio
                 E                     B7      E
Levanto de madrugada e bebo pingo de orvalho  chora viola !

(intro)

E7
Não como gato por lebre  não compro cipó por laço

Eu não durmo de botina  não dou beijo sem abraço
                    A                      B7  ( B7  A  B7 )
Fiz um ponto lá na mata caprichei e dei um nó
                 E                  B7    E
Meus amigos eu ajudo  inimigo tenho dó  chora viola !

(intro)

E7
A lua é dona da noite e o sol é dono do dia

Admiro as mulheres que gostam de cantoria
                       A                            B7   (  B7  A  B7 )
Mato a onça e bebo o sangue  furo a terra e tiro o ouro
                      E                    B7      E
Quem sabe agüentar saudade  não agüenta desaforo  chora viola !

(intro)

E7
Eu ando de pé no chão  piso por cima da brasa

Quem não gosta de viola que não ponha o pé lá em casa
                A                     B7   ( B7   A   B7 )
A viola está tinindo o cantador tá de pé
                    E                       B7   E

Quem não gosta de viola  brasileiro bom não é  chora viola !

terça-feira, 15 de abril de 2014

Notas de Viola Caipira

Pessoal, segue agora umas imagens de Notas da Viola, vale lembrar que estas notas são para viola Afinada em Mi (E)








Peito Sadio

Segue a tablatura da música Peito Sadio, um cururu interpretado por Zé Carreiro e Carreirinho.

Intro
E--4-5-7-7-10-10--9----9-7-7-7-5-5-5-4-4---4--5--5--4---
B--5-7-9-9-12-12-10---10-9-9-9-7-7-7-5-5---5--7--7--5---
G#------------------------------------------------------
E-------------------------------------------------------
B-------------------------------------------------------

Segue a cifra da música:

E                         A
Foi as quatro horas da manhã
       B7                E
Meu cachorro de guarda latiu
                        B7
Levantei para ver o que era
                      E
E vesti meu casaco de friu
                            A
Então vi que chegou um mensageiro
    B7                E
Amuntado num burro turdio
                      B7
Apiou e me disse "bom dia"
                          E
E o borso da bargana ele abriu
              E7          A
Uma carta o rapaz me entregou
            A           B7        E
E de novo amuntou e na estrada sumiu

(Intro)

E                         A
Dei a carta pro meu irmão ler
    B7                 E
Ele leu e me olhando sorriu
                          B7
"É convite pra nóis ir na festa
                           E
vai haver um grande desafio".
                           A
O meu papai já correu no vizinho
       B7               E
Foi chamar o vovô e o titio
                           B7
Nóis cheguemo à pulá de contente
                           E
Lá em casa ninguém mais dormiu
             E7           A
Pra quebrar aqueles campeonato
            A       B7           E
Nem com sindicato ninguém conseguiu

(Intro)

E                       A
Violeiros que mandam convite
       B7                  E
Moram lá do outro lado do rio
                            B7
Eles pensa que nóis num vai lá

                         E
Mais nóis semo caboco de bril
                       A
A peteca aqui do nosso lado
      B7                   E
Por enquanto no chão não caiu
                          B7
Quando nóis cheguemo no catira
                          E
Os mais fraco na hora assumiu
              E7        A
Só cantemo moda de campeão
                  A        B7        E
E os tar que era bão nem se quer reagiu

(Intro)

E                        A
Perguntei para o dono da festa
     B7                    E
Onde foi que o senhor conseguiu
                     B7
Esses tar violeiro famoso
                        E
Que as moda de nóis engoliu
                      A
O festeiro ficou pensativo
     B7                  E
E mordeu no cigarro e cuspiu
                         B7
"Oceis são dois caboco batuta
                                E
quem falou poder crer não mentiu".
              E7         A
Teve algum canta esprementou
              A     B7         E
Mais o peito faiô e voiz não saiu

(Intro)

E                         A
As viola nóis faiz de encomenda
      B7                  E
Nossa peito é tratado e sadiu
                        B7
Já cantemo três noite seguida
                       E
E as moda nóis não repetiu
                          A
Quem repete é relógio de igreja
    B7                 E
E o triste cantar do Tisil
                   B7
E agora com esta vitória
                       E
Inda mais nossa fama subiu
         E7            A
E vocês num deve discuti
           A       B7           E
Se viemos aqui foi vocês quem pediu


( B7  E )

domingo, 13 de abril de 2014

Paixão Não me Maltrate Assim

Segue a Tablatura e a Cifra da música Paixão Não me Maltrate Assim, um Cururu interpretado pelo saudoso Ronaldo Viola junto com o João Carvalho.

EXPLICAÇÕES: quando for 7h9p7 ou simplesmente tiver esse h e p entre dois números, você vai toca a casa sete bate o dedo na casa nove e com esse mesmo dedo vai puxar a corda pra dar o som da casa sete e as letras que estão em cima da tablatura é a cifra para poder acompanhar com violão ou viola

E                           A               B7          E
E |-4/7-7h9p7-5-4-5-7-9--7h9p7-------11-|------9--12-11----11-14-12h14p12-----------|
B |-5/9-9-----7-5-7-9-10-9------4/12----|-4/10----------12---------------14-12-7-5--|
G#|-------------------------------------|-------------------------------------------|
E |-------------------------------------|-------------------------------------------|
B |-------------------------------------|-------------------------------------------|


E
A dor que eu estou sofrendo é tanta
                    B7
Que pareçe não ter fim
A
Passo horas de amargura e choro
B7                     E   B7 E
Por quem não gosta de mim

E
Meu coração amoroso, eu penso
 E7                    A
Que não vai mais suportar
        B7        A
Já não sei aonde ponho tanto
 B7                    E    B7  E
Amor que eu tenho pra dar

                      B7  E
Paixão, não maltrate assim
                A
Este pobre coração
                      E
Quem ama não deve sofrer
          Em            F#
sem este amor posso morrer
   B7                     E    B7 E
Sentindo por dentro esta paixão

(intro) E   A B7 E

E
O desejo de um amor, distante
                  B7
Deixa o coração doendo
 A
Faz a gente sussurrar cantando
B7              E    B7 E
E a voz sair gemendo

E
O cantar apaixonado, acalma
 E7                   A
Mas não tira a minha dor
     B7          A
Só afasta um pouquinho, a magoa
    B7               E   B7  E
Do peito deste cantador

(refrão)
 E
Paixão...

Exercício de Velocidade no Ponteio



Pessoal, isso é um exercício que faz com que você tenha mobilidade tanto na mão direita quanto na esquerda pois você tem que assimilar cada ponteado....

Isso é o seguinte: você vai usar o Polegar (dedão) você vai tocar a quinta e a quarta corda como na imagem e a mão esquerda apertando a casa.
Indicador (o dedo que você usa para "apontar" as coisas) apenas a corda três.
Médio (dedo que você manda os outros toma naquele lugar) você vai usar só para tocar a corda dois
Anular (dedo de anel de casamento, namorado sei la qual o anel '-') você vai usar para tocar a primeira corda.

As três cordas vai ser sempre solta para poder pegar o jeito com o exercício e o polegar vai tocar normal...

E vai repetindo até você conseguir pegar agilidade com a coisa.

Segunda estarei postando mais um exercício, até la tente fazer isso pois o resultado é tocar igual o Lucas Reis e Thácio Cândido

Qualquer coisa comentem ai, dúvidas ou explicar de um jeito diferente comenta ai.

Desculpe as palavras usadas pois achei mais fácil dar exemplos kkkkkkk

Técnica de "liberação" da mão direita

P: polegar (quinta e quarta corda)
I: indicador (terceira corda)
M: médio (segunda corda)
A: anular (primeira corda)


(P)B--0-------2--------4--------------------------------------
(P)E----------------------------0--------2--------4-----------
(I)G#---0-------0--------0--------0--------0--------0---------
(M)B------0-------0--------0--------0--------0--------0-------
(A)E-------0--------0--------0--------0--------0--------0-----
REPETE
(P)B--------------------4--------2----------------------------
(P)E--2--------0----------------------------------------------
(I)G#---0--------0--------0--------0--------------------------
(M)B------0--------0--------0--------0------------------------
(A)E--------0--------0--------0--------0----------------------

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Viúva Rica

No blog já contém a tablatura desse Pagode no entanto achei outra e queria compartilhar com vocês.

Vamos as primeiro as explicações da tablatura:

Quando for 7h8p7 significa que você vai tocar a casa 7 com outro dedo vai bater na casa 8 mantendo o dedo na casa 7 e por fim você vai puxar a corda com o dedo que esta na casa 8 pra dar o som da casa 7, é um trem doido mas é tranquilo...

Qualquer dúvida comente que tentarei explicar de outra forma.

Tablatura:

E |-0------------------------------------------------------------|
B |-0-----------0----0-------------0-----------------------------|
G#|-0----3/8-----7-----7h8p7-------------------------------------|
E |-0------------------------9-7-----7h9---9-7---5-5p4----5-5/7--|
B |-0--0-----0-----0-------------0-------0-----0--------0--------|


E |-------------------------------------------------------------|
B |---0-------------0-------------0-----------------------------|
G#|-----7h8---8-7-----7h8p7-------------------------------------|
E |-------------------------9-7-----7h9---9-7---5-5----5-5------|
B |-0-------0-----0-------------0-------0-----0------0----------|



(riff)

E |-----------------|
B |-----------------|
G#|-----1-----------|
E |--2--2--2--0--0--|
B |--4-----4--2--0--|


Cifra:


                B7                      E
Fui caboclo do pesado levei sempre vida dura
                  B7                    E
Já fiz serviço dobrado pelo óleo da fritura
                 B7                     E
De roer osso na vida gastei minha dentadura
                    B7                    E
De tanto apertar o cinto calejei minha cintura
                    B7                      E   (riff)
Não tem negócio da China pra se sair da pendura
                E          B7       E       B7 E
Ou é a luta do mundo ou a paz na sepultura

(intro) E  (B7 E B7 E)(2x)  B7 E

                   B7                      E
Pra se viver do trabalho é demais a concorrência
                  B7                    E
É carteira pra carvalho e carta de referência
                        B7                    E
Quanto mais ganha mais gasta na rabeira da carência
                      B7                    E
Trabalhar pra quem é pobre é gostar de penitência
                  B7                  E     (riff)
O trabalho da cansaço e suor de experiência
                    E         B7          E      B7 E
Trabalhar por trabalhar é relaxar a competência

(intro) E  (B7 E B7 E)(2x)  B7 E

                      B7                          E
De trabalhar ninguém morre nem de fome quem não queira
                  B7                         E
Faça sol ou faça chuva mundo velho é sem porteira
                   B7                       E
O meu rosário de queixa eu jogarei na corredeira
                        B7                           E
Qualquer barranco é um porto qualquer pedra é uma cadeira
                      B7                     E    (riff)
Deus me deu o lar no mundo e a saúde como esteira
                    E       B7          E     B7 E
Minha mãe me deu a luz e a vida sem canseira

(intro) E  (B7 E B7 E)(2x)  B7 E

                   B7                     E
No meu sistema de vida muita gente me critica
              B7                        E
O futuro é a morte pra semente ninguém fica
                     B7                     E
Três punhadinhos de terra numa cova nada explica
                B7                    E
Da minha filosofia eu só vou dar uma dica
                    B7                         E   (riff)
Eu não vou salvar o mundo dessa gente que complica
                    E          B7         E       B7 E
Nem morrer de trabalhar pra deixar viúva rica



terça-feira, 8 de abril de 2014

Beijinho Doce

Segue a tablatura da moda Beijinho Doce interpretada por vários artistas. O Ritmo dessa música é Valsa.

B--------------------------------------------------------
E--0-2---------------------------------------------------
G#-0-1-0-1-0-1-1-0-1-1-0-1-1-1-5-5-5-3-------------------
B------0-2-0-2-2-0-2-2-0-2-2-2-5-5-5-4-------------------
E--------------------------------------------------------

B------------------------------------------0-2-4-0-------
E------------------------------------------------0-------
G#-10-10-10-10-10-10-8-8-8-8-8-8-7-3-7-3-1-------0-------
B------------------------------------------------0-------
E--11-11-11-11-11-11-9-9-9-9-9-9-7-4-7-7-2-------0-------

Segue a cifra da música:

E
Que beijinho doce
         A
Que ela tem
                  B7
Depois que beijei ela
                     E
Nunca mais amei ninguém
             A
Que beijinho doce

Foi ela quem trouxe
              B7
De longe prá mim
                  A
Se me abraça apertado
           B7
Suspira dobrado
              E
Que amor sem fim.

E
Coração quem manda
               A
Quando a gente ama
                  B7
Se eu estou junto dela

Sem dar um beijinho
           E
Coração reclama.
             A
Que beijinho doce

Foi ela quem trouxe
             B7
De longe prá mim
                  A
Se me abraça apertado
          B7
Suspiro dobrado
              E   B7
Que amor sem fim.
                 A
Se me abraça apertado
           B7
Suspiro dobrado
              E  A  B7  E
Que amor sem fim

(repete tudo)

domingo, 6 de abril de 2014

Vide Vida Marvada

Segue a Tablatura da música Vide Vida Marvada, essa é uma dos jeitos de se tocar essa moda e quando eu conseguir outros meios, estarei postando no blog.
         E7
E---------------------------------------------
B---0-3-2-0-3-2-0-3---3-3-3-2-0-2-0-----------
G#-0------------------3-3-3-1-0-1-0--1-0-1-3--
E-0----------------------------------2-0-2-4--
B---------------------------------------------

E------------------4--7-7-7--5-5-5--4-4-4----
B---0-3-2-0-3-2-0--5--9-9-9--7-7-7--5-5-5----
G#-0-----------------------------------------
E-0------------------------------------------
B-------------------------------------------- 

Segue agora a cifra da música:

       E7
Corre um boato aqui donde eu moro

Que as mágoa que eu choro são mal ponteadas

Que no capim mascado do meu boi

A baba sempre foi santa e purificada

Diz que eu rumino desde menininho

Fraco e mirradinho a ração da estrada

Vou mastigando o mundo e ruminando

E assim vou tocando essa vida marvada


      A                                E7
É que a viola fala alto no meu peito humano
                                        A
E toda moda é um remédio pros meus desenganos
                                      E7
É que a viola fala alto no meu peito, mano
                                       A
E toda mágoa é um mistério fora desse plano
                        A7                    D
Pra todo aquele que só fala que eu não sei viver

Chega lá em casa pruma visitinha
                                       A
Que no verso e no reverso da vida inteirinha
           E7               A
Há de encontrar-me no cateretê


         E7
Tem um ditado dito como certo

Que cavalo esperto não espanta a boiada

E quem refuga o mundo resmungando

Passará berrando essa vida marvada

Cumpadi meu que inveieceu cantando

Diz que ruminando dá pra ser feliz

Por isso eu vagueio ponteando

E assim procurando minha flor-de-liz


      A                                E7
É que a viola fala alto no meu peito humano
                                        A
E toda moda é um remédio pros meus desenganos
                                      E7
É que a viola fala alto no meu peito, mano
                                       A
E toda mágoa é um mistério fora desse plano
                        A7                    D
Pra todo aquele que só fala que eu não sei viver

Chega lá em casa pruma visitinha
                                       A
Que no verso e no reverso da vida inteirinha
           E7               A
Há de encontrar-me no cateretê

sábado, 5 de abril de 2014

Porta do Mundo

Tablatura da música Porta do Mundo, interpretada por vários artistas. o Ritmo dessa música é Cateretê.

B----------------------------------------------------------
E----------------------------------------------------------
G#---------------------------------------------------------
B--5--7--9-9-9--12-12-12--10--10-10-10-10-10-10-10-10--9---
E--4--5--7-7-7--10-10-10---9---9--9--8--8--8--8--8--8--7---

B----------------------------------------------------------
E----------------------------------------------------------
G#-----------------------------------10-10-10-13-12--------
B--5--7--9-9-9-9--10--9-7--7-7--7-7------------------------
E--4--5--7-7-7-7---9--7-6--6-6--5-5--11-11-11-14-12--------

B----------------------------------------------------------
E----------------------------------------------------------
G#----------------11/12------------------------------------
B--9-10-9-8-7-5--------------------------------------------
E--7--9-7-6-5-4--------12----------------------------------

Agora segue a tablatura do solo no final da música.
FINAL
B--------------------------------------------------------
E--------------------------------------------------------
G#---8---------------------------------------------------
B--9-9-9-14-12-10-9-5-4-5--------------------------------
E--7---7-12-11--9-7-5-2-4--------------------------------

Segue a cifra da música:

Intro:  E  E7  A Am  E  F#  A E

 E                              A                B7
O som da viola bateu no peito e doeu        meu irmão
                                             A               E
Assim eu me fiz cantador     sem nenhum professor aprendi a lição
                                               E7             A
São coisas divinas do mundo      que vem num segundo a sorte mudar
                          E                   F#               B7
Trazendo pra dentro da gente    as coisas que mente vai longe buscar
   A                     E                    B7             E
Trazendo pra dentro da gente  as coisas que a mente vai longe buscar

E                                        A               B7
Em verso se fala e canta     o mal se espanta e a gente é feliz
                                               A                  E
No mundo das rimas e trovas    eu sempre dei provas das coisas que fiz
                                           E7               A
Por muitos lugares passei     mas nunca pisei em falso no chão
                           E               F#               B7
Cantando interpreto a poesia   levando a alegria onde há solidão
     A                     E              B7              E
Cantando interpreto a poesia   levando a alegria onde há solidão

INTRO:E E7 A Am E F# A E
   E                                      A            B7
O destino é o meu calendário     o meu dicionario é a inspiração
                                        A                    E
A porta do mundo é aberta    minha alma desperta buscando a canção
                                        E7                   A
Com minha viola no peito    meus versos são feitos pro mundo cantar
                     E                      F#               B7
É a luta de um velho talento    menino por dentro sem nunca cansar
      A              E                       G   B7           E

É a luta de um velho talento    menino por dentro sem nunca cansar

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Pai João

Segue a tablatura da música Pai João, um Cateretê interpretado por Tião Carreiro e Pardinho. Para ter noção do ritmo do solo, eu aconselho a escutarem a música.

Solo:
B------------------------------------------------
E------------------------------------------------
G#-----------------------------------------------
B--------------------2-3-----3-0-2-3---2---------
E--0-2-3-4-7-4-2-5-0-----0-2---------0-----------

B--------------------2-3-----3-------------------
E--0-2-3-4---4-2-5-0-----0-2---0-2-4-------------
G#---------3-------------------------3-1---------
B------------------------------------------------
E------------------------------------------------

Agora segue a cifra da música:


A                    D     E7      A
Caminheiro quem passar naquela estrada
         D    E7  A       A                   A7  
Ve uma cruz abandonada como quem vai pro sertão
            D          E7           A
Ha muitos anos neste chão foi sepultado um preto veio
    B           E7         A
 e herado por nome de pai joão

(solo)   

A              D     E7     A             D E7      A
pai joão na fazenda dos coqueiros foi destemido carreiro
 A             A7        D          E7          A
Querido do seu patrão sua boiada o Chibante e o Brioso
              B            E7            A
No morro mais perigoso arrastava o carretão

(solo)

A              D        E7  A           D     E7     A         
Numa tarde pai joão não esperava que a morte lhe rondava
 A7                          D            E7         A
La na curva do areião e de uma queda em baixo do carro caiu
                  B        E7          A
Do mundo se dispidiu preto veio pai joão    

(solo)

A             D     E7       A           D   E7      A
Caminheiro aquela cruz no caminho já contei tudo certinho
                             D      E7              A
A historia de pai joão,resta saudade daquele tempo que foi
                  B      E7              A    B  E7   A
O velho carro de boi no fundo do mangueirão

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Chico Mineiro

Tablatura da música Chico Mineiro, uma toada muito bonita e esta é uma das formas de se tocar a introdução dessa música e repete o solo ate o declamado acabar.

Primeiro, segue o desenho das notas:
Desenho da nota C#m (Dó Sustenido Menor):

 B|--2--|-
 E|--0--|-
G#|--0--|-
 B|--2--|-
 E|--0--|-


Desenho da nota F#m (Fá Sustenido Menor):

 B|--0--|-
 E|--2--|-
G#|--1--|-
 B|--2--|-
 E|--2--|-


Agora segue a Tablatura da música:

Intro:
B------------------------------------------------
E--0--2------------------------------------------
G#-0--1--0--1--1--1--1--3--3--3--1--0--0--0--0---
B--------0--2--2--2--2--4--4--4--2--0--0--0--0---
E------------------------------------------------

B------------------------------------------------
E-----------------------------------2--0---------
G#-5--5--5--5--3--3--3--1--0--1--0--1--0---------
B--5--5--5--5--4--4--4--2--0--2--0---------------
E------------------------------------------------


Agora segue a cifra da música:


Declamado:
Cada vez que eu me alembro do amigo Chico mineiro,
Das viagem que nói fazia era ele meu companheiro.
Sinto uma tristeza, uma vontade de chorar,
Alembrando daqueles tempo que não mais hái de vortar.
Apesar de eu ser patrão, eu tinha no coração o amigo Chico mineiro,
Caboclo bom, decidido, na viola era delorido e era o peão dos boiadeiro.
Hoje porém com tristeza recordando das proeza da nossa viagem motim,
Viajemo mais de dez ano, vendendo boiada e comprano, por esse rincão sem-fim.
Caboclo de nada temia mas porém, chegou um dia, que Chico apartou-se de mim.


 E                 B7
Fizemos a última viagem
                        E
Foi lá pro sertão de Goiás.
                    B7
Foi eu e o Chico Mineiro
                   E  E7
também foi um capataz.
A
Viajemo muitos dia
     B7             E
pra chegar em Ouro Fino
 C#m                 F#m
aonde nós passemo a noite
  B7             E
numa festa do Divino.

Intro:

  E                B7
A festa estava tão boa
                      E
mas antes não tivesse ido
               B7
o Chico foi baleado
                      E   E7
por um homem desconhecido.
    A
Larguei de comprar boiada.
   B7            E
Mataram meu companheiro.
    C#m               F#m
Acabou-se o som da viola,
    B7               E
acabou-se o Chico Mineiro.

Intro:

  E                 B7
Depois daquela tragédia
                   E
fiquei mais aborrecido.
                       B7
Não sabia da nossa amizade
                      E  E7
porque a gente era unido.
    A
Quando vi seus documento
    B7           E
me cortou o coração
     C#m               F#m
de sabê que o Chico Mineiro
    B7              E   B E
era meu legítimo irmão.

Amor Distante

Tablatura da música Amor Distante, interpretada por Luan Santana e Zezé Di Camargo e Luciano mas tem várias outras versões em outras vozes. O Ritmo dessa música é Chamamé, tem vários jeitos de se tocar esse ritmo.....

B----------------------------------------------------
E----------------------------------------------------
G#---------------------------------------------------
B--5/14-14---14-12-14-12-14-12-9--10/12-12-----------
E--4/12---12-12-11-12-11-12-11--7--9/11-11-----------


B----------------------------------------------------
E----------------------------------------------------
G#---------------------------------------------------
B--5/12-12---14-12---10--9--7--5---------------------
E--4/11---11-12---11---9--7--5--4/7------------------

B-------------------------2h4-4----------------------
E--4/5-5--5-4-5-4-5-4-2-0-----2----------------------
G#-3/5--5-5-3-5-3-5-3-1-0----------------------------
B----------------------------------------------------
E----------------------------------------------------

B----------------------------------------------------
E--2/7-7--9-7---5---4---2---0------------------------
G#-2/7--7-8--7---5---3---1----0----------------------
B-------------0---0---0---0--------------------------
E----------------------------------------------------

E segue um dos vídeos explicando o Ritmo Chamamé: 

E agora a cifra da música: 

Intr.A E7  A  D  E7

A        E7
Se eu fosse um passarinho queria voar no espaço.
    A
E pousar devagarzinho na voltinha dos teus braços.
           E7
Pra gozar dos teus carinhos e aliviar a dor que passo.
             A
Queria te dar um beijinho e depois um forte abraço. 

(Intro)

A E7
Tu partiste e me deixou numa negra ansiedade.
  A
Sofrendo por amargura estou louco de saudade.
                                              E7
Meu coração não resiste, pra dizer mesmo a verdade. 
 A
Para mim já não existe a tal de felicidade.

(Intro)

A  E7
Depois que você partiu minha vida é sofrer.
  A
Me escreva sem demora que estou louco pra saber.
          E7
O lugar que você mora, também quero te escrever.
       A
Marcando pra qualquer hora um encontro com você.

(Intro)

A       E7
É um ditado muito certo quem ama nunca esquece.
            A
Quem tem um amor distante, chora suspira e padece.
 E7
Coração sofre bastante, saudade no peito cresce.
            A

Se você tem outro amor, seja franca e me esclarece.

segunda-feira, 24 de março de 2014

Rolinha Cabocla

Segue a tablatura da música Rolinha Cabocla, música interpretada por Tião Carreiro e Pardinho. A tablatura da música é curta e rápida, para pegar o ritmo da introdução, eu indico que ouçam a música, o ritmo é Cateretê.

Explicação: Na cifra, quando tiver (D) ou qualquer letra correspondente a nota entre parenteses, é para ser tocado uma vez e quando não tiver, é para ser tocado normal.

B------------------3-2-0-------
E--0-2-3---4-2-0---2-0-0-------
G#-0-1-2---3-1-0---------------
B------------------------------
E------------------------------


Segue a cifra da música:

(intro) E7 A


A                  E7
De tarde volto da roça
(D)      (E7)       (A)
E descarrego os cargueiros
                     E7
Eu solto a tropa no pasto
(D)        (E7)        (A)
Prendo o baio no potreiro
D                   A
Boto milho pras galinhas
D                 A
Boto milho no chiqueiro
                 E7
Aparto todo meu gado
(A)     (E7)    (A)
Todo meu gado leiteiro

Intro


A                  E7
Depois de todo trabalho

(D)     (E7)    (A)
Eu volto pra descansar
                 E7
E na soleira da porta
(D)     (E7)     (A)
Eu sento pra caximbar
D                   A
Ali eu vou me entretendo
D                    A
Vendo as rolinhas voltar
                   E7
Pois moram todas comigo
(A)     (E7)         (A)
Nas árvores do meu quintal

Intro


A                  E7
Deste bando de rolinhas

(D)     (E7)    (A)
Só uma não quer ficar  
               E7
É uma rolinha arisca

(D)     (E7)    (A)
Que muito me faz penar

D                   A
Esta rolinha que eu digo

D                   A
É a derradeira a passar
 
                     E7
Deixando o ninho já feito

(A)     (E7)         (A)
Pra noutros ninhos ir pousar

Intro


A                  E7
Se essa rolinha cabocla

(D)     (E7)    (A)
Que passa por meu caminho

                     E7
Bem sabe que nesse rancho

(D)     (E7)      (A)
Vive um caboclo sozinho
D                 A
Rolinha se tu quiseres
D                    A
Eu te darei meus carinhos
                  E7
Um é pouco dois é bom
(A)     (E7)           (A)
Pra viver dentro de um ninho

Intro

A                E7
Se tu rolinha malvada
(D)     (E7)      (A)
Soubesse a vida cruel
                      E7
Que eu vivo só nesse rancho
(D)      (E7)     (A)
Sem carinho de mulher
D                     A
Rolinha em forma de gente
D                    A
Que passa por meu sertão
                E7
Hás de cair no laço
(A)    (E7)          (A)
Que eu fiz no meu coração